Seguidores

domingo, 23 de julho de 2017

CASCATA



Imaginei-te solta, em um campo
entre folhagens, flores,campinas.
Uma cascata havia. Deti-me
olhando as aguas que caíam,
e sem por mim dar, como uma
miragem,no meio delas aparecias.

Estavas entre as águas,
mas não caías como elas,
tua silhueta, vi-a por inteiro,
o corpo lindo e sensual, entre
a cascata desenhado, era uma
obra de arte.

De todas as maneiras tentei
ver-te mais perto.
Mas quando a vontade é imensa,
a ansiedade cresce, olhei,
e na espuma das águas, desaparecestes,
ali fiquei eu esperando.

Quem sabe fosse só um momento,
voltarias em breve, e assim pensando
adormeci, e em meus sonhos estavas
sorrindo, em plena cascata, me olhando.

Roldão Aires