Seguidores

sábado, 8 de julho de 2017

Sou única no
meu jeito de amar.
Talvez Você nunca sinta
ou Mesmo saberá
o que digo.
O meu Céu quando
o ofereço, é de paz
e fiel ao Sol que
aquece desejos...
O meu calor quando
o emano, é irmão
do Mar de ternuras que
alivia toda a sofreguidão...
A minha Luz combina
com a esperança De sempre
ter carinhos ao alcance
do Coração...
E o meu Amor
tem nome exato
De Quem me
toma a alma.

(Cida Luz)