Seguidores

sábado, 18 de março de 2017

Lampejo poético num dia de saudade...

Tocar sua alma. 

Atravessar pele, poros e seixos de ti.

Embrenhar-me em você é
Desvendar caminhos que conduzem ao céu.

Lume

Penso a noite
em silêncio
apenas com lume,
sem pressa... É noite e tudo se sabe!

(texto de tossan)