Seguidores

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

AMIGO!

Amigo! Eu me entrego
Amigo! Eu me largo
Sem nada na volta!
Sem nada me ergo.
Sem nada me dou!

Amigo! Eu acedo
Num abraço
Num gesto
Num laço.
E sofro na tua dor
E vivo o teu cansaço

Amigo! Eu me cedo
Eu me rendo…
Eu me consagro
Eu me dou…
Num abraço
Num gesto
Num laço
Amigo! Eu vou!

(Lisboa, 1969
Rogério Martins Simões)